PROCURE SOBRE UMA HISTÓRIA:

Barra horizontal

quarta-feira, 20 de julho de 2011

A solidão dos números primos - Paolo Giordano

"A solidão dos números primos" ("La solitudine dei numeri primi") não é um livro comum. Mas eu tenho a impressão de que boa parte da literatura italiana é assim. Muito mais filosófico e psicológico do que um romance, o livro conta a história da ligação entre duas pessoas ao longo da vida: Mattia e Alice. A história virou filme em 2010, e foi o trailer que me chamou a atenção, parecendo algo como "Rosso come il cielo", outro filme lindo do mesmo estilo.

Alice é uma menina com distúrbios alimentares obrigada pelo pai a fazer ski. Em uma das aulas, na montanha, sofre um acidente que a deixa mancando para o resto da vida. Mattia tem uma irmã gêmea com problemas mentais, o que lhe traz muitas dificuldades na hora de fazer amigos na escola. Quando é finalmente convidado para alguma festa de aniversário, decide deixar a irmã sentada no parque em vez de levá-la, para que ela não o envergonhe na frente dos outros. Quando volta, a irmã não está mais lá. As duas histórias de vida marcadas se encontram e os dois se tornam amigos.

Mattia acha que eles são como os números primos gêmeos: "casais de números primos que estão lado a lado, ou melhor, quase próximos, porque entre eles sempre há um número par, que os impede de tocar-se verdadeiramente”. A história fica cada vez mais emotiva e mais humana, mostrando cada vez mais tanto a fragilidade dos personagens quanto a maldade do resto do mundo e das outras pessoas.

Vários anos se passam durante a trama e cada um segue seu caminho. Mattia é chamado para uma universidade em outro país - para felicidade dos pais, que nunca mais conseguiram olhar o filho e não lembrar da filha perdida -, e Alice encontra a fotografia e começa a trabalhar em uma loja de revelação, junto com seu fotógrafo mentor. Entretanto, eles nunca se esqueceram, e suas vidas nunca deixaram de quase se tocar. Falando assim, me lembra muito "Um dia", um livro que está há algum tempo na lista dos mais vendidos e que vai para a minha biblioteca daqui a pouco, mas acho que eles devem ter muito pouco a ver.

Pode ser tanto um romance, quanto uma história de amizade ou um drama, mas "A solidão dos números primos" é sem dúvida muito bem escrito e não deixa de prender o leitor, que fica pensando até onde cada personagem vai aguentar e onde o livro vai parar. Sei parece que ele é meio angustiante, mas juro que não é, chega a ser engraçado em algumas partes, e mais italiano impossível. Definitivamente uma boa pedida quando estamos precisando mudar os ares na cabeceira.

Se quiser ver o trailer clique aqui - vale a pena, para ter uma ideia do clima do livro.

1 comentários:

Raquel Linhares disse... [Responder comentário]

Pelo trailler parece ser realmente emocionante!

Postar um comentário

O blog continua com a sua opinião.

Já conhecia o livro? O que achou dele?

Não tinha ouvido falar desse título ainda? Deu vontade de ler, certo?

Deixe seu comentário, isso faz o blog viver!

____________________________________________

Queremos uma interação maior com nossos leitores, por isso não aceitamos mais comentários anônimos.

Clique em increver-se por e-mail, assim será avisado sempre que um comentário for deixado na postagem. Uma pode ser a resposta para você.

Se quiser entrar em contato de maneira mais rápida, vá ao nosso Formulário de Contato.

Para parcerias leia aqui antes.