PROCURE SOBRE UMA HISTÓRIA:

Barra horizontal

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Você conhece o BookCrossing?

Fiquei sabendo desta iniciativa já faz algum tempo e me lembrei dela hoje. Entretanto eu não consegui me lembrar porque não aderi logo de cara. O BookCrossing é um método de troca de livros entre o mundo inteiro. Na verdade, "troca" não é bem o termo certo. O slogan dele é Leia, Registre e Liberte, já que os livros são "soltos no mundo". Mas não completamente soltos, já que cada um tem um código único para que você possa rastrear o seu livro pelo mundo!

Vamos à pratica: Para participar, você precisa fazer um cadastro no site oficial do BookCrossing - que, aliás, tem versão em português. Depois disso, você pega um livro ao qual você queira dar asas, imprime um modelo de etiqueta no site, cadastra ele no site e recebe um número BCID, que é único para aquele livro. Com esse número, você preenche a etiqueta e deixa o livro em algum ponto de troca da cidade, sem esquecer de avisar o site onde ele está, para que outras pessoas possam encontrá-lo.

Cada ponto de troca (livraria, café, praça etc) também tem que ser cadastrado para que possa ser encontrado e, com isso, cada pessoa que encontrar um livro, anota no site onde encontrou e onde libertou, criando uma imensa corrente do livro! Imagina só o seu livro chegando em outros continentes e depois voltando para você?

O ponto negativo - que depois eu lembrei que foi o que me fez não me inscrever da primeira vez - é que o Brasil ainda não aderiu ao BookCrossing. Na verdade, são apenas 95 livros livres no Brasil inteiro, sendo somente cinco no Rio de Janeiro. Os estados mais atuantes são São Paulo, com 52, e Bahia, com 25. Quatro desses cinco estão na cidade do Rio (um está em um albergue, outro no aeroporto e dois em um restaurante vegan). O que torna as coisas mais complicadas, não só pela variedade (que, é claro, vem com o tempo, depois que as pessoas descobrirem que a iniciativa existe), quanto pelos locais.

Pensei em cadastrar um ponto de troca ou pedir autorização para algum lugar público deixar os livros, mas ainda não me decidi. Onde vocês acham um bom lugar que vá autorizar deixar um livro ao acaso? Alguma ideia? Aliás, já fiz o meu cadastro, aguardando um aumento nesse número! Assim que eu tiver onde deixar um livro, eu aviso! Espero ter convencido mais alguém!

Para saber mais informações sobre a troca, visite também o BookCrossing Brasil! (mas lembre-se de que o cadastro tem que ser feito no site internacional)

2 comentários:

Lucas Montenegro disse... [Responder comentário]

A ideia é interessante! Vou me cadastrar também no aguardo de tempos mais generosos! Mas admito que sinto uma certa insegurança quanto à ideia de me "desfazer" de um livro que gosto...
Será que não seria legal deixar um livro em uma livraria? A ideia chega a ser quase ridícula, mas...sei lá. Em um shopping talvez fosse legal, já que shoppings geralmente são locais relativamente acessíveis...

michele disse... [Responder comentário]

aah eu me amarrei na idéia, mas tambem acho que é necessario mais pontos de trocas, acho que em shoppings pode ser muito acessivel, afinal quase todos tem uma livraria ou um café.
Vou me cadastraar. ^^

Postar um comentário

O blog continua com a sua opinião.

Já conhecia o livro? O que achou dele?

Não tinha ouvido falar desse título ainda? Deu vontade de ler, certo?

Deixe seu comentário, isso faz o blog viver!

____________________________________________

Queremos uma interação maior com nossos leitores, por isso não aceitamos mais comentários anônimos.

Clique em increver-se por e-mail, assim será avisado sempre que um comentário for deixado na postagem. Uma pode ser a resposta para você.

Se quiser entrar em contato de maneira mais rápida, vá ao nosso Formulário de Contato.

Para parcerias leia aqui antes.