PROCURE SOBRE UMA HISTÓRIA:

Barra horizontal

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

A menina que não sabia ler - John Harding

Na minha corrida para ler mais de 50 livros em 2011, comecei a caçar os lançamentos do ano passado, que eu já tinha visto que eram muitos. "A menina que não sabia ler" (Florence and Giles) não é o romance de estreia do autor, John Harding, mas eu não conhecia nenhuma obra dele ainda. Confesso: mais uma vez comprei pela capa e pelo número de "estrelinhas" que ele recebeu no Goodreads. Esse livro foi devorado em menos de um dia, já que eu não poderia ir dormir sem saber o final daquela trama sombria e estranha, e valeu cada página.

"Florence and Giles" é um título muito melhor do que "A menina que não sabia ler", que parece que já virou uma fórmula de criar títulos no Brasil (a que roubava livros, a que brincava com fogo, e por aí vai). Florence e Giles são dois irmãos. A primeira aprendeu a ler sozinha e tem que esconder isso em uma época em que as mulheres não precisam ser educadas. O segundo não tem inteligência suficiente para se manter na escola, por isso tem uma tutora em casa, já que os meninos precisam de educação.

No começo, o livro é extremamente parecido com "O jardim secreto" - a menina encontra um lugar misterioso que ninguém mais frequenta por alguma razão (o jardim / a biblioteca) além de cuidar do outro personagem mais fraco (o primo / o irmão bobinho), por isso, achei que não prometesse tanto quando comecei a ler. Até que a trama começa a se confundir entre uma história de fantasmas ou uma menina com criatividade grande demais e sérios problemas psicológicos. A primeira tutora das crianças morre misteriosamente, e a que chega para substituir parece ter objetivos malvados naquele emprego.

Florence começa a investigar a nova tutora para proteger o irmão, com a ajuda de um admirador asmático, já que ninguém mais acreditaria nos devaneios de uma criança. Durante todo o livro, você imagina mil finais grandiosos que fazem você achar que nenhum final vai te surpreender. Ainda assim, "A menina que não sabia ler" tem um último capítulo realmente interessante, algo como o que você deve ter sentido ao assistir "Os outros" e "O sexto sentido" (não no conteúdo, mas na emoção e na surpresa).

No Goodreads, "Florence and Giles" teve uma média de 4,14 estrelas (de 5), o que é uma aceitação ótima, já que geralmente os livros oscilam entre amor e ódio. Esse parece ser unânime. Pode não entrar para os cinco melhores que você já leu na vida, mas vale a pena ser lido!

7 comentários:

Raquel Linhares disse... [Responder comentário]

Realmente: "A menina que (lacuna)" virou fórmula de título. Por vezes eu me esqueço que a responsabilidade disso são dos tradutores preguiçosos e não dos autores que tentam levar fama em cima de algo que já a conseguiu (apesar de as vezes ser só isso mesmo).

Parece interessante, pena que você já disse que a menininha estava morta. hahahahahaha

Outra coisa boa foi ver que não sou só eu que tenho implicância com livros que se parecem com outra história que eu conheço.

Carol Jardim disse... [Responder comentário]

Não, eu não disse que ela estava morta!! Por isso que eu coloquei "(não no conteúdo, mas na surpresa)". A surpresa que você sente é parecida, mas o roteiro não. Eu não faço spoilers online! xD

Raquel Linhares disse... [Responder comentário]

Ganhei esse livro de presente de aniversário da nossa querida amiga Carol e, depois de um pequeno problema com a impressão do livro (algumas páginas vieram em BRANCO e eu tive que trocá-lo), devorei em menos de 2 semanas!

O livro é FANTÁSTICO e, realmente, muito sombrio. Aconselho todos a lerem. O final é ótimo. Diz sem precisar dizer.

Carol Jardim disse... [Responder comentário]

Êeeeeeeeê que bom que você gostou!! Fiquei com um medãozinho de você não gostar, mas vai dizer que o final não tudo o que você queria!? Durante o livro, eu fiquei com medo de ter um final extremamente bobo. Dois votos para Florence & Giles!

Elisandra disse... [Responder comentário]

Nossa gente quanto entusiasmo, vou ter que dar um jeito de colocar ele na estante láem casa...o problema é que a cada livro que vejo, quero que esteja na minha estante e são tantos que creio que meu ap não vá caber tudo que querooo..rsrsrs...mas falando da resenha, ficou ótimo, o livro promete, valeu a dica..beijokas elis!!!!!!

Andressa disse... [Responder comentário]

Um bom livro, mas o final sinceramente eu não gostei, não me animo, mesmo assim achei uma leitura agradável,

Waleska Soares disse... [Responder comentário]

Este livro é surpreendente do começo a fim...Ótima recomendação!

Postar um comentário

O blog continua com a sua opinião.

Já conhecia o livro? O que achou dele?

Não tinha ouvido falar desse título ainda? Deu vontade de ler, certo?

Deixe seu comentário, isso faz o blog viver!

____________________________________________

Queremos uma interação maior com nossos leitores, por isso não aceitamos mais comentários anônimos.

Clique em increver-se por e-mail, assim será avisado sempre que um comentário for deixado na postagem. Uma pode ser a resposta para você.

Se quiser entrar em contato de maneira mais rápida, vá ao nosso Formulário de Contato.

Para parcerias leia aqui antes.